controle financeiro

Como fazer o controle financeiro correto dos seus negócios? Veja aqui!

Fazer o controle financeiro para a sua empresa pode ser algo um pouco mais complicado do que parece. A verdade é que se faz necessário um bom planejamento, aonde todos os valores estão bem descritos e alocados, de maneira que se possa deixar todas as contas em dia.

Além disso, é preciso entender a necessidade das atividades comerciais e as suas necessidades pessoais. Por isso, é sempre recomendado manter essas duas necessidades separadas quando se trata do controle financeiro. Se forem classificadas de maneira correta, podem promover grandes benefícios nas áreas profissionais e pessoais.

Agora, como seria feito esse planejamento? De que maneira essa separação entre vida pessoal e profissional poderia ser feita? Quais são esses benefícios que foram mencionados? Neste artigo, discorreremos sobre todas essas questões para que você, como empreendedor, possa tomar a melhor decisão possível de acordo com as suas expectativas. Confira!

Controle financeiro: definição e importância.

O controle financeiro é extremamente importante para manter a sua vida como empresário organizado. Uma vez entendido isso, é possível definir o que seria o controle financeiro de maneira bem simples.

Consiste basicamente em ter atenção nos custos (fixos e variáveis) e recebimentos. É importante que a data entre efetuar um pagamento (custo) seja posterior a data de recebimento. Também se faz essencial a questão dos valores onde, os custos não poderão ultrapassar os valores de recebimento.

Logicamente, que existem mais questões envolvidas em relação a tudo isso. Contudo, somente com base nessas informações podemos determinar também a importância de um bom controle financeiro.

Por meio de um controle eficiente, é possível ter uma perspectiva de estabilização e crescimento dos negócios a longo prazo. O crescimento sustentável de qualquer atividade econômica é extremamente importante para manter o padrão de vida das pessoas envolvidas.

Portanto, o controle financeiro precisa ser prioridade dentro da sua atividade como autônomo, caso queira manter a qualidade de vida para você e a sua família.

Benefícios ligados ao controle financeiro

Já citamos alguns bons benefícios sobre um controle bem constituído. Além de manter a organização, esse mesmo controle também é capaz de promover o crescimento exponencial das suas atividades.

Com custos controlados e receitas crescentes, recursos estão mais disponíveis para que possa haver grandes investimentos na capacidade produtiva do seu negócio.

Fora esses benefícios, podemos citar também os recursos que estarão disponíveis para a vida pessoal. Obviamente, com um controle financeiro bem-feito, haverá valores que estarão disponíveis também para que se possa ter uma maior qualidade de vida, usufruindo de bens materiais ou experiências que o dinheiro é capaz de proporcionar.

Portanto, é notável que o um bom gerenciamento feito no presente proporcionará grandes benefícios no futuro. Com uma atitude mais disciplinada e focada, é perceptível que os recursos estarão melhores alocadas e, em função disso, poderá haver possibilidades de novas oportunidades de ganhos e vantagens.

a importancia do controle financeiros de projetos 300x186 - Como fazer o controle financeiro correto dos seus negócios? Veja aqui!

5 passos para construir uma boa gestão financeira

Agora que entendemos como funciona o controle financeiro, sua importância e benefícios, vamos focar no processo de implementação da mesma. É importante salientar que todas as etapas precisam ser respeitadas e constituídas de maneira comprometida.

Portanto, essas 5 etapas são:

  • Separação entre contas pessoais e profissionais: Como já foi dito, separar as contas pessoais e profissionais é essencial para um bom gerenciamento financeiro. Manter tudo separado, promoverá uma organização melhor, com a possibilidade de saber quais recursos são provenientes da atividade em si que podem ser usadas para reinvestir na capacidade produtiva
  • Classificação de custos e receitas: Outro ponto importante é entender a fonte e classificar cada custo e receita. Custos variam entre fixos e variáveis e receitas podem ser classificadas como diretas ou indiretas. Catalogar de maneira correta, ajudará a planejar melhor o fluxo de caixa, fazendo com que prazos sejam devidamente respeitados sem que haja o surgimento de um imprevisto.
  • Planejamento de pagamentos e recebimentos: Complementando a etapa anterior, planejar pagamentos e recebimentos ajuda a não haver atrasos nos pagamentos (o que leva a pagamento de multas e juros) e recebimentos em dia (o que é essencial para manter a saúde financeira). Por isso, esse planejamento busca manter o fluxo de caixa em dia, mantendo toda a movimentação financeira muito bem controlada.
  • Planejamento de férias e gastos sazonais: Como um empreendedor totalmente dependente da sua atividade, é necessário o planejamento financeiro correto para que possa ter férias em um determinado momento. Portanto, é fundamental planejar um período para pausar, por meio de uma reserva financeira que possa custear todos os valores da sua vida pessoal. Essa parada deverá ser feita em períodos de baixa temporada, onde os serviços são menos procurados. Os gastos sazonais passam pelo mesmo processo de planejamento e construção da reserva.
  • Construa um fundo de reserva: Por fim, podemos citar a construção de um fundo de reserva. Esse fundo seria para situações emergenciais tanto na vida pessoal como na profissional. A verdade é que, como o seu empreendimento pode tomar boa parte do seu tempo, a depender da sua atividade profissional, é sempre importante ter uma reserva de valores que possam lidar com algum imprevisto. Caso haja a necessidade de parar por algum motivo, o fundo será muito bem-vindo para auxiliar você.

Concluindo como fazer o controle financeiro correto da sua empresa

Sendo assim, podemos concluir que, para o empresário, o planejamento da gestão financeira é extremamente importante. Conseguimos explicar o conceito e a importância de aderir a esse tipo de conduta que visa a melhor alocação dos recursos financeiros.

Conseguimos perceber também as principais vantagens nesse tipo de conduta. Por último, conseguimos listar 5 etapas fundamentais para a implementação de uma gestão eficiente de acordo com as necessidades básicas de um empreendedor.

Cabe salientar que essas etapas buscam a melhoria contínua da gestão financeira, promovendo um maior bem-estar e um crescimento da qualidade de vida do profissional e seus familiares.

Nossa sugestão, é que procure um profissional qualificado, que possua grande conhecimento da área financeira, para orientar da melhor maneira possível os próximos passos.

Com uma orientação bem-feita, de acordo com as suas expectativas financeiras e de vida, o profissional traçará o melhor caminho para a prosperidade dos seus negócios no longo prazo.

Quer abrir a sua empresa, clique aqui

Quer trocar de contador, para uma Contador Consultor? clique aqui

Deixe um comentário

Fale com o Contador Responsável